20 de mai de 2017

A Senadora Capixaba da Tercerização Portuaria

Senadora Rose apresenta projeto que libera  trabalho temporário nos portos brasileiros
Para ampliar a competitividade na orla portuária e gerar empregos, a senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) apresentou, na noite desta quarta-feira (17), projeto de lei (PLS 150/2017) que permite ao operador portuário contratar mão de obra sob o regime de trabalho temporário.
Primeiramente Rosilda de Freitas, mais conhecida como Rose de Freitas Caratinga,23/01/1949  nos anos 70  elegeu-se deputada federal onde atual ate 1994 pelo PSDB. Em 1998  obtêm a suplência. Assume eventualmente o mandato entre 2001 e 2002. Em 2011 torna-se a primeira mulher a ocupar um cargo titular na mesa diretora da Câmara dos Deputados como 1ª vice-presidente.
Em  2014, torna-se a primeira mulher a se eleger para o Senado Federal pelo Espírito Santo, com 46% dos votos (776.978) .


Os
portos capixabas são considerados os mais organizados na relação capital trabalho e social do Brasil .
Mais qual foi a repercussão dos seus eleitores sobre este Projeto de Lei 150/2017


  Ricardo B A sua proposta para trabalho temporário na área portuária é uma monstruosidade contra o trabalho secular dos avulsos. Um trabalho de alta periculosidade e de alta especialização. Torço que a nobre Senadora amplie seu conhecimento sobre o nosso trabalho, nossa produtividade e nossa história e reveja seu projeto que só precariza o trabalho portuário.
Pedro  Já tem mão de obra para suprir esse serviço. Não sei se a senhora estudou sobre o avulso senadora. Mas ele cede trabalhadores tanto na alta e baixas do porto. Agora tudo vai criar emprego. Vamos voltar com a escravidão, ela e criará empregos. Quem não conhece o assunto até acredita. O máximo que vai fazer é precarizar o trabalho que é muito perigoso. Com certeza tem gente grande atrás disso. Infelizmente o lobby está comendo solto em Brasília.

Klaus S  Senadora, muito obrigado por querer tirar o meu emprego e de meus nobres companheiros!!! Mas eu acho q a Sra. foi eleita, e É BEM PAGA, pra buscar melhorias REAIS para o país, não para BENEFICIAR empresários!!! Afinal... quem a elegeu foi o POVO, que é quem TRABALHA!

Rodrigo F D  Senadora a senhora foi eleita para nos representar , o povo, e não para beneficiar empresário e tirar nosso direito , peço que decline com essa proposta que a senhora sabe que não aumentará o emprego e sim precarizar a mão de obra portuária e os salários .

Ricardo B  Quer fazer algo pelo Espírito Santo cancele a Lei que acabou FRAUDULENTAMENTE com o FUNDAP. Isso sim vai gerar milhares de emprego

Rafael F  Dona rose, a senhora não foi eleita para representar o povo? Pq quer ferrar quem te elegeu? A senhora esta muito nal assessorada, ou muito mal intencionada.

PauloC S  e Admilson  Boa tarde nobre Senadora,
Propor a troca do trabalho avulso pelo temporário é um completo desconhecimento das leis que os regem, do funcionamento dos mesmos e um crime contra a vida daqueles que serão contratados para trabalhar temporariamente em uma atividade de altíssimo risco e altamente especializada.
O trabalho avulso no Brasil foi criado e regulamentado justamente para respeitar a sazonalidade inerente a atividade portuária, ou seja, não existe custo para o operador portuário quando nao há operação.
Cabe ainda dizer que o trabalho avulso dentro do contexto atual deveria ser modelo para os demais setores, mas o que vem ocorrendo constantemente é o inverso.
Existem diversas formas de se desenvolver o crescimento econômico e gerar empregos, precarizar o trabalho e a vida de quem o realiza não pode ser uma opção, os fins jamais podem justificar os meios, principalmente quando os fins não tangem o bem do povo.
Pense e reflita, tenha um bom dia.



Itamar M B  SENADORA, A SENHORA DEVERIA SE ENVERGONHA DE APRESENTAR UM PROJETO DESSE. A senhora não tem ideia da MALDADE que está fazendo com MILHÕES de trabalhadores portuários, isso è inadmissível. Como pode ter tanta MALDADE com uma categoria de trabalhadores que dão a vida em desenvolvimento do PAÍS.
A SENHORA DEVERIA ANTES DE APRESENTAR UM PROJETO DESSE VIAJAR O BRASIL TODO E VER A SITUAÇÃO QUE SE ENCONTRA OS TRABALHADORES PORTUÁRIOS.

Marcos C S Infelizmente vc vai desemprega vários pais de família não tem noção desse projeto desastroso,...Que trazer o caos na baixada santista com esse projeto, estraga a felicidade dos meus filhos um pai desempregado vocês tem filhos​ se ponha no meu lugar querendo da. Futuro para o meu filho.

Johnny S Senadora Rose de Freitas o que os portos públicos precisam não é de mão de obra, visto que com a criação das TUP'S o avulsa, gradativamente está perdendo mercado de trabalho. O que os portos precisam é de investimentos para melhorar a logística portuária, fazendo assim, o aumento da competitividade. A impressão que tenho é que alguns políticos (como a senhora) vai matando nossa atividade. Tentam mostrar para a sociedade que o problema dos portos são os avulsos. Como se a falta de competitividade, a crise econômica fossem resultantes da atividade dos TPA's.

Renan A Francamente, senadora. A senhora é conhecedora da gestão da mão de obra portuária... Tirar o sustento de milhares e milhares de famílias num momento tão difícil para todos em nome de um proselitismo é, no mínimo, ultrajante. Reconsidere esta proposta e faça um bem à sua imagem e a homens e mulheres de bem deste país.

João B L A senhora, senadora, é conhecedora da causa portuária. Por isso, causa-nos enorme espanto essa iniciativa! Já sabe por exemplo, e só pra lembrar, que já trabalhamos no regime de oferta de trabalho, incluindo a sazonalidade e trato temporal! Essa iniciativa não nos deixa outra alternativa senão acreditar em clara tendência em causar prejuízo a todas as categorias envolvidas!


Marcelo F L  Senador eu peço que a Senhora reveja essa tramitação que a senhora está fazendo na lei 12.815, na mudança do artigo 40 que acabará com minha dignidade e com o meu trabalho, onde eu tenho tirado o meu sustento e a criação de minha família por 24 anos. A senhora está querendo o que? Tapar o sol com a peneira, ou seja, ajudando os empresários massacrar o estivador do Brasil, com isso trazendo uma forma traiçoeiro com todos os trabalhadores do porto, empregando uns de fora do sistema com um salário de fome, e exterminando trabalhadores que conseguiram seus direitos através de muita luta, peço mais uma vez que reveja de forma ordeira a situação de mais de 40,000,00 familiares de estivadores dos portos Brasil... obrigado! E vamos lutar contra essa tramitação que tira os nossos direitos.

Leandro G A  Isso é realmente inaceitável ,trabalho temporário no setor portuário isso só pode ser uma piada,inadmissível isso, não vamos aceitar isso






Jomar G  Bom dia senadora. Como uma histórica do PMDB pode assumir essa postura totalmente unilateral em relação aos​ trabalhadores???
Não vi a senadora na beira do cais conversando com os trabalhadores, não vi a senhora visitando nosso sindicato, e nem vi a senhora apresentando/discutindo a sua proposta​ aos trabalhadores?
Digo isso não somente por discordar desta sua proposta, mas porque ela nasceu sem sequer conhecer o nosso trabalho.
O ganho fixo do trabalhador portuário avulso é zero, ou seja, só ganha se trabalhar. Se não sabe ou não quis saber somos temporários pois só somos contratados se tiver navio. Além do que é um trabalho extramamente especializado. A senhora está convidada a conhecer de perto o nosso trabalho afim de compreender o quando esta sua proposta em nada melhora a questão portuária.
Foca na logística, lá sim, temos necessidade de melhorias urgentes.

Felipe M  Cada dia que passa percebemos melhor que os políticos brasileiros não estão interessados na população, e sim em legislar para quem dá dinheiro para as campanhas. Ao olhar os seus patrocinadores de campanha no link abaixohttp://m.congressoemfoco.uol.com.br/.../quem-financiou-a.../ fico tentando adivinhar qual deles te pediu esse projeto.
Lembrando que o trabalhador avulso não gera despesas aos operadores portuários quando não existe movimentação no porto.
Esse projeto além de não gerar empregos, só visa precarizar os que já existem.
São mais de 1500 famílias sustentadas por trabalhadores avulso só no Espírito Santo. Infelizmente não vejo preocupação da senhora com essas famílias nos meses de baixa movimentação no porto.


Fonte https://pt.wikipedia.org/wiki/Rose_de_Freitas e https://www.facebook.com/senadorarosedefreitas/photos/a.281112508580342.72193.266710610020532/1511744268850487/?type=3&theater





2 comentários:

  1. Senadora....com todo o respeito, a melhor forma de tornar os pirtos competitivos é modernizando-os e não saqueando o trabalho de milhares de TPA's em beneficio da classe patronal....envergonhe-se dessa sua iniciativa....tpas do BRASIL neste momento todos contra sua pessoa!! Reflita sobre essa sua proposta que gerará milhares de desempregados.pessoas altamente capacitadas e tecnicas na area portuaria...pelo sustento de minha familia e de todos avulsos do brasil peço-lhe que retire a materia.

    ResponderExcluir
  2. A senhora apartir dessa data aumula milhares de inimigos em todos portos do Brasil muitos vao torcer pelo seu tropeço politico e muitos vao lhe odiar a partir de agora toma vergonha na cara e vai apresentar propostas a onde todos Brasileiros tenhan um bom salario digno e nao fazer esse absurdo em um regime que e correto no Pais vergonhoso a sua pessoa trabalhando para empresarios e nao representando o povo Brasileiro que a senhora tenha um pessimo ano pessima semana e pessimo mes

    ResponderExcluir