13 de mai de 2017

Nenhum passo atras da Estiva Espanhola


 Os Estivadores  Espanhóis voltam a serem atacados pelo mercado especulador da aliança políticos e investidores. Devido a esta afronta  os estivadores já compartilharam as necessidades e anseios para as manifestações entre 24 de Maio e 9 de Junho, nas segundas, quartas e sextas-feiras  em horários escalonados.

Estivadores  apresentaram seu aviso prévio de 8 dias de greve, 4 deles em maio e  4 em junho de protestos contra a nova Lei Portuária. A cruzada de Braços ocorrera nos dias 24, 26, 29 e 31 de Maio, 2, 5, 7 e 9 de Junho.As ruas e praças serão ocupadas pelos estivadores seus familiares e vizinhos num só canto numa só direção.

video



O novo lei para a estiva  vem aos  pês da vontade econômica do  Tribunal de Justiça Europeu, com alterações da lei anterior , rejeitada pelo Congresso em 16 de março, um marco histórico pois desde 1979 o governo espanhol não perdia uma votação . Novamente como este espaço já tinha notificado os trabalhadores não foram consultados  antes da aprovação, mostrando a preocupação e alinhamento do governo espanhol com seus patrocinadores de campanha .
Um exemplo claro e o retorno ao século passado a lei  não garante a responsabilidade social nas cidades portuárias e nem o direito à greve .

video
E a propaganda nos meios de comunicação veio mais forte os fakes estão a toda , mas por que ou melhor porque a submissão a Bruxelas Se o decreto aprovado pelo mesmo governo que em fevereiro foi derrotado no congresso em 16 de março ,um dia para nunca se esquecer , mas o interesse do patrocinador faz com o que se tente  remar contra a cidades portuárias espanholas .Numa simples pesquisa se vê a grande participação , porto com 300 estivadores juntou em praça publica 15 mil espanhóis .

Falta o que para mandar os 23 milhões de euros em moedas para Bruxelas de preferencia de 5 centavos de euro  em cima de lombo de burros . Pois na UE os portos espanhóis vem ganhando competitividade em comparação aos países vizinhos os números são claros. Ou quais são os verdadeiros interesses por trás de uma nova lei  ou será que para este governo e a mídia que somente pensa com o posicionamento  de  seus patrocinadores acreditam em outra matemática .Ou como em terras tupiniquins os congressistas mudam de voto ao sabor de cargos públicos , perdão de dividas e presentes  os deputados espanhóis.



Para alguns estivadores  o governo quer tapar todas suas vergonhas de corrupção das capas dos jornais por pneus em chamas e cidades portuárias a ver navio .
Para outros o governo em seu "Vale tudo" não vai lhe servir .
Estaremos atentos e em fila esperando no cais.
Mas vai ter uma resposta, por que não podemos permitir que mude
estivadores por fundos de investimento.
Isso nunca.
Tem usado todas as ferramentas para tentar desacreditar os
estivadores  perante a opinião pública, mas agora, você, o da inteligência dos tolos, é o triste protagonista de ter quebrado 20 anos de paz social nos portos.

Ganhou  aplausos de JP Morgan e seus auxiliares..
As comunidades portuárias espanholas não darão nenhum passo atrás .
 fonte http://www.expansion.com/empresas/industria/2017/05/13/591703e5268e3ec5298b460b.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário