28 de jun de 2017

Desfilando com o Risco

Estou atravessando águas tempestuosas 
Eu imaginava caindo pelas sombras 
Confundido com as chuvas 
Sem medo , mas esperto 
E inegável 
Como dizer que nunca tive medo 
Tão perto do perigo 
E tão distante do seguro 
Desfilando com o risco 
A um Passo do abismo 
Sem necessidade de correr 

Eu ouço sua voz pelo radio 
Observando pelo big brother do cais 
Não e nada novo 
Ainda uso a escada 
Para retirar a Twist Lock automatica 
A mesma que faz contêiner mergulhar 
ou mesmo descansar entre o cabresto e o porteiner 
E inegável 
Como dizer que nunca tive medo 
Tão perto do perigo 
E tão distante do seguro 
Desfilando com o risco 
A um Passo do abismo 
Sem necessidade de correr

Neste procedimento sem nexo 
Subo e desço numa gaiola 
Procurando a automação 
Incho os ombros 
Destravando com a vara 
os mesmos contêineres 
Para no fim da jorna 
Jogar fora as luvas 
No pê da escada do portolo 
Para atravessar 
Águas tempestuosas 
Num solo contaminado de preconceitos .

Nenhum comentário:

Postar um comentário