1 de jul de 2017

O Ogmo da Costa Oeste Americana

A Associação Marítima do Pacífico foi fundada em 1949 quando a carga  geral era transportada no porão dos navios. Desde então, a PMA negociou vários contratos de trabalho com a ILWU Sindicato dos Estivadores , incluindo o Acordo de Mecanização e Modernização de 1960 que abriu o caminho para a carga em contêiner que  remodelou os portos. Tornado  contêiner  o meio de transporte padrão para muitos dos bens que alimentam as economias dos EUA e do mundo.

Mais recentemente, em 2002, a PMA e a ILWU chegaram a um acordo histórico que inaugurou uma era de tecnologia para a costa da Costa Oeste. Com base nessa estrutura, as partes concordaram em 2008 em permitir a automação nos terminais  de conteiner. Notavelmente, o tamanho da força de trabalho aumentou desde 2002, uma vez que a tecnologia permitiu maiores volumes de carga nos portos da costa oeste. No futuro, espera-se que a inovação seja um importante impulsionador do crescimento do volume e da força de trabalho.

O principal negócio da PMA é negociar e administrar acordos de trabalho portuário com o International Longshore and Warehouse Union (ILWU). Isso inclui um contrato para toda a costa que abrange cerca de 14.200 estivadores em 29 portos ao longo da Costa Oeste, do sul da Califórnia ao noroeste do Pacífico. Esses portos são responsáveis ​​por quase metade de todo o comércio marítimo nos Estados Unidos, incluindo a maioria das importações da Ásia. Trabalhamos em nome de 78 empresas membros que estão entre as principais companhias de navegação e operadoras de terminais do mundo.


Os impactos econômicos dos portos da costa oeste são surpreendentes - e vão desde as comunidades portuárias de San Pedro e Long Beach até cidades e vilarejos nos Estados Unidos. Apesar do aplanamento nos últimos anos, o movimento de carga em contentores através dos portos da Costa Oeste aumentou dramaticamente nas últimas duas décadas - para um total de mais de 15,3 milhões de TEUs de contêineres (unidades equivalentes de 20 pés).
 Com carga que vai desde tênis e computadores pessoais até equipamentos e produtos pesados,  carregando muitos dos produtos básicos da nossa economia americana.

 Noroeste do Pacifico  Washington portos de
 Bellingham ,Anacortes,Port Angeles,Everett, Seattle ,Tacoma ,Olympia ,Aberdeen/Grays Harbor 
Oregon e Rio Columbia portos 
Astoria ,Longview,Rainier,Kalama,St. Helens ,Vancouver ,Portland e North Bend/Coos Bay
Norte da California Portos 
 Eureka,West Sacramento,Stockton,Port Chicago ,Benicia , Crockett , Richmond ,Oakland ,Redwood City  e San Francisco
Sul da Califórnia portos ,Port Hueneme ,Los Angeles ,Long Beach  e San Diego.

Em 2015 movimentou 15,323,850 Teus , numa tonelagem de 337,074,993 , utilizando a força e  a experiencia  de 14,224 estivadores registrados contribuindo com uma massa salarial de 1,707,621,000. A força de trabalho cresceu 32% a partir de 2002, a medeia salarial anual e de US$161,000 junto com um pacote de benefícios de 100,000 por ano de trabalho entre 13 feriados pagos e ate 6 semanas de ferias  e contam com uma rede de cobertura de saúde de 100% dos custos médicos e dos medicamentos prescritos em receita medica e plano dentário com cobertura total para seus dependentes e aposentados.Os estivadores são aposentados com uma pensão com o teto de US$ 89,000 por ano .
E no incio do mês de junho 2.400 bagrinhos adentraram como força reserva para o trabalho portuário na área de Los Angeles  a Pacific Maritime Association PMA  os empregadores e o sindicato dos estivadores realizaram esta chamada apos 13 anos  , com diária inicial  de US$ 15,40, caminho de entrada e vão passar por treinamentos para encontrar funções que se enquadrem .

Nenhum comentário:

Postar um comentário