2 de jul de 2018

A Terminal Investment Limited Sàrl (TIL) I


Grupo investe, desenvolve e gerencia terminais de contêineres em todo o mundo. Foi fundada em 2000 para garantir os berços e capacidade de espaço em terminais nos principais portos utilizados pela Mediterranean Shipping Company (MSC).

Desde então, a TIL cresceu e se tornou uma das maiores e mais  diversas operadoras de terminais de contêineres do mundo, com participações relevantes em 34 terminais operacionais e 1 terminal de desenvolvimento e opções para compra de participações em dois outros terminais .

Empreendimentos conjuntos
A preferência da TIL é associar-se a outras operadoras líderes de terminais de contêineres internacionais em joint ventures que possuem e operam os terminais relevantes. A maioria dos interesses terminais da TIL está em forma de joint venture que são, ou estão planejados para se tornarem, 50/50 de propriedade de um outro parceiro.

O maior cliente da TIL é a MSC, a segunda maior e uma das linhas de transporte de mais rápido crescimento globalmente em termos de tonelagem .
Além da MSC, vários terminais da TIL prestam serviços a outros clientes em condições e termos acordados contratualmente, incluindo várias das outras maiores companhias de navegação do mundo.

Terminais da TIL foram selecionados por suas localizações  estratégicas em todo o mundo, incluindo os principais centros de origem e destino (O & D) e de comércio de transbordo e gateways na Europa, Ásia, América do Norte, América do Sul e África Ocidental posicionados no coração do comércio mundial, com cinco dos terminais localizados nos 20 maiores portos do mundo.

Os terminais de contêiner funcionam como a interface entre as redes globais de transporte de contêineres e os mercados que atendem. Os terminais carregam e descarregam contêineres de e para embarcações, armazenam  e transferem em uma variedade de modos de transporte terrestre: rodoviário, ferroviário e barcaça. 

Terminais do Norte da Europa
Bélgica Porto de Antuérpia MSC PSA European Terminal
Capacidade instalada: movimentos de 5,8m (9m TEUs) , cais 3.700m , área 240 ha atende a navios com ate 21.000 TEUs  e possui 41 STS .Localizado na margem esquerda do rio Scheldt, oferecendo acesso direto para barcaças, conexões ferroviárias on-dock para a rede ferroviária européia e fácil acesso a uma rodovia e  possui uma  reputação de longa data de alta produtividade e confiabilidade nas operações .

França Porto de Le Havre Terminaux de Normandie MSC
Capacidade instalada 0.7m movimentos (1.0m TEUs), cais 400m ,área 72 ha atende navios com ate  16.000 TEU e possui 5 STS. Maior porto da França sua localização e via expressa, ferrovia on-dock e rede marítima (feeders) oferecem operações logísticas efetivas para a Europa e região chave de Paris,centro de transbordo para a Irlanda e o oeste da Inglaterra, bem como outros portos franceses .

Porto da Alemanha de Bremerhaven MSC Gate
Capacidade instalada: movimentos de 1,5 m (2,4 m TEUs),  cais 1,220m ,área 61 ha ,atende navios com ate 16.000 TEUs e possui 12 STS. Bons acessos a destinos alemães locais, bem como à Europa continental, por meio de conexões triplas do interior (barcaça, trem, caminhão),  hub para a região do Báltico.

Lituânia Porto de Klaipeda Klaipedos Smelte
Capacidade instalada, 0,4 milhões de movimentos (0,6 milhões de TEUs) , cais  1.045m ,área 37 ha
atende navio ate 11.500 TEUs e possui 3 STS .Porto mais ao norte livre de gelo no mar Báltico
  Acesso ferroviário de bitola padrão russo - porta de entrada para a Bielorrússia, Ucrânia, Rússia e países da CEI  e estação de transporte de contêineres e armazenamento refrigerado .

Rússia Porto de São Petersburgo Terminal de Contêiner São Petersburgo
Capacidade instalada 0.3m movimentos (0.5m TEUs), cais 479m ,área 65 ha ,atende a navios ate 
 4.500 TEUs e possui 4 STS.Porta de entrada para o mercado russo,  em torno de Moscou
Depósito MTY no terminal  e trilhos  no cais .

Terminal de MSC delta do porto holandês de Roterdão
Capacidade instalada 1,3 m de movimentos (2,2 m TEUs), cais: 1,001m , área 63 ha ,atende navio de ate  16.000 TEUs e possui 10 STS. Terminal semi-automatizado situado em águas profundas
Conectividade intermodal eficiente através de acesso a barcaças, ferrovias em docas e autoestradas
Principal porta de entrada para a região do Benelux , tempo  de pilotagem de apenas 90 minutos e 
bem situado para atividades de transbordo de rotas comerciais cruzadas .

Terminais da Europa do Sul e África
França Porto de Marselha FOS2XL Terminal
Capacidade instalada 0,6m de movimentos (0,9m TEUs) , cais 830m , área 52ha , atende a navios de ate  16.000 TEUs e possui 5 STS.O segundo maior porto da França , ligado às redes rodoviária, ferroviária e fluvial que ligam a França à Espanha e à Itália, bem como à Europa Central e do Norte e  um ponto alternativo para a Europa Ocidental para carga da Ásia.

Terminal de Contêineres do Porto de Ashdod Hadarom em Israel
Capacidade planejada: 1,44 movimentos MIO ou 2,16 milhões de TEU , 2 cais um de 800 e 500 m ,área: 63Ha , atende a navios de ate  20.000 TEU e possui 12 STS .Operação de pátio totalmente automatizada com ASC - Automated Stacking Cranes ,OCR e gate automatizado ,estação de transporte de contêineres no terminal .

Itália Porto de Gioia Tauro Medcenter Container Terminal
Capacidade: 2,8 milhões de movimentos (4,2 milhões de TEUs), cais 3,391m , área 160 ha ,atende a navios de ate 19.500 TEUs , 2.300  tomadas reffer ,possui 1 MHC e  22 STS .Localizado para operações de leste-oeste com apenas 66 milhas náuticas de desvio da rota mais curta de Suez-Gibraltar.Maior terminal de contêineres  na Itália, com 56 milhões de TEUs e maior cais linear do Mediterrâneo capaz de operar até 4 x ULCC simultaneamente ,ramal ferroviária no  cais ,diretamente ligadas à principal rodovia A3 ligando Nápoles a Reggio Calabria

Terminal Portuário de Contentores de Sines de Porto de Sines
Capacidade instalada: 0.7m movimentos (0.9m TEUs),cais  730m ,área 25 ha ,atende navios com ate 
16.000 TEUs possui 2 MHC e  5 STS. Maior terminal de conteineres de Portugal.

Espanha Porto de Las Palmas Operaciones Portuarias Canarias
Capacidade instalada: 0.9m movimentos (1.3m TEUs), cais: 1,790m ,área 51ha , atende navios com ate 14.000 TEUs e possui 8 STS. Maior terminal de contêineres nas Ilhas Canárias

Espanha Porto de Valência MSC Terminal Valência
Capacidade instalada: 1,1 milhão de movimentos (1,6 milhões de TEUs),cais 770m ,área: 35 ha , atende navios com ate 16.000 TEUs e possui 8 STS.
O centro de transbordo e a porta de distribuição do TIL no Mediterrâneo Ocidental para a Península Ibérica e o sul da Europa , conectividade  ao interior industrial de Madri através de autoestradas e ligações ferroviárias.

Porto do Togo do Terminal de Contentores de Lomé Lomé
Capacidade instalada: movimentos de 1,5 m (2,2 m TEUs) , cais 1,050m , calado de 14 m ,área: 54ha atende navios com ate 14.000 TEUs e possui 12 STS .Centro de transbordo para a costa da África Ocidental , porta de entrada para os países  do Mali, Níger e Burkina Faso e para as áreas do norte da Nigéria .

Turquia Porto de AsyaPort AsyaPort

Capacidade instalada: 1,3 milhões de movimentos (2,0 milhões de TEUs) , cais 1,330m , área 36ha
atende navios com ate  16.000 TEUs , possui 11 STS.Maior terminal de contêineres da Turquia  e 
possui posição estratégica  antes do Estreito de Bósforo .

Porto da Turquia do porto de Iskenderun Assan
Porto de Assan - Porto de Iskenderun
Capacidade instalada: 150k movimentos (190k TEUs),cais 680m , área: 7ha ,atende navios com ate 
14.000 TEUs e possui 4 MHC. Primeiro terminal de contêineres  no Golfo de Iskenderun com um grande interior cativo e capaz de servir carga de trânsito para conectar portos europeus, norte-africanos e americanos ao Iraque por meio de uma rota mais curta .

Turquia Porto de Istambul Marport
Capacidade instalada: 1.1m movimentos (1.7m TEUs),cais 1,410 m ,área 35ha ,atende navios com ate 14.000 TEUs , possui  9 STS e 10 MHC. Situado para atender às necessidades da região de Istambul,
localizado nas proximidades do estreito do Bósforo; adequado como um hub que serve a área do Mar Negro  e de fácil acesso à rede de autoestrada local.

Continua .... 

Nenhum comentário:

Postar um comentário